O conselho Administrativo de Defesa Econômica pautou para o próximo dia 11 de maio a retomada do julgamento do ato de concentração de criação da joint-venture entre a SBT, Record e RedeTV! para a comercialização de pacotes de canais abertos para as operadoras de TV paga

A relatora do processo, conselheira Cristiane Alkmin Junqueira Schmidt, recomendou a rejeição completa da operação, por entender que ela iria majorar os preços dos usuários de TV por assinatura. O conselheiro Alexandre Cordeiro Macedo pediu vistas do processo, e estará apresentando seu voto na próxima semana.

Na visão da conselheira, a criação dessa joint-venture entre as três emissoras de TV aberta traz uma concentração de mercado excessiva – faz com que as três juntas passem a deter 35% do  mercado de TV aberta na grade das operadoras de TV paga, e tem uma análise de custo benefício negativa, tendo em vista que vai impactar negativamente o consumidor final de TV por assinatura, ou seja, os 66 milhões que têm hoje a TV paga em suas residências.

Previous

Algar registra crescimento de 15,8% do Ebitda

Next

Decreto que regulamenta Marco Civil prevê fiscalização "tripartite"

About Author

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also