bandeira república popular da china wikimedia commonsA China pretende ampliar a participação de grupos privados estrangeiros na indústria de telecomunicações do país. A iniciativa consta do 13° Plano Quinquenal – conjunto de ações prioritárias para o governo nos próximos cinco anos.

Sem entrar em detalhes, o premiê do país, Li Leqiang falou que a intenção é, no período, aumentar a “cooperação internacional em capacidade de produção” no setor de telecomunicações. O governo local diz que vai relavar as restrições para a entrada de capital destinado à “manufatura avançada e indústrias de alta tecnologia”.

O plano, apresentado no sábado, 5 de março, prevê aumento da participação dos serviços na economia, com 16% dos serviços voltados ao mercado exterior. O setor de tecnologia da informação também será impulsionado, bem como de semicondutores, robótica e sistemas inteligentes. A internet foi citada entre as prioridades. O governo quer acelerar a construção da geração futura de infraestruturas de informação.

Vai incentivar o desenvolvimento da 5G, completar a migração do protocolo da rede para o IPv6, promover o uso do big data na indústria e estabelecer um sistema internacional de governança de internet multilateral, democrático e transparente. (Com agências internacionais)

 

Previous

Banda larga: redução da base de ISPs não é uniforme

Next

VoIP das operadoras rendeu US$ 5,5 bi em 2015

About Author

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also