A Federal Communications Commission, reguladora das telecomunicações nos Estados Unidos, recebe até hoje as ofertas das emissoras de TV dispostas a vender espectro no “leilão de incentivo” da frequência de 600 MHz. Esta é a primeira etapa do certame. A partir de amanhã a comissão inicia o trabalho de mapear as frequências disponíveis, e por quais preços as emissoras estariam dispostas a vendê-las a operadoras.

O leilão para as teles deve acontecer em junho. Verizon, AT&T e T-Mobile devem participar. Depois da compra, porém, ainda deve demorar para que as bandas sejam liberadas para o uso. Como acontece com a transição da TV analógica para a digital no Brasil, a FCC deverá estabelecer um cronograma para a limpeza e reorganização das faixas que forem ofertadas, fazendo com que os sinais de TV trafeguem em um mesmo bloco, e os de telefonia, em outro. Atualmente, a autarquia propõe que a limpeza aconteça ao longo de 39 meses. Tempo considerado insuficiente pela associação de emissoras do país.

Quanto ao tamanho do leilão, representantes da FCC já manifestaram expectativa de a oferta alcançar 126 MHz em todo o país, que poderiam movimentar até US$ 80 bilhões. Previsões mais conservadoras, porém, estimam que as emissoras consigam no máximo US$ 25 bilhões pelas frequências. A disputa também pode ter muitas etapas, conforme a adesão das emissoras e interesse das teles em pagar com as TV pedem. (Com agências internacionais)

Previous

O Ranking das melhores e piores operadoras por serviço de telecom

Next

PMDB rompe com governo. Pansera quer ficar no MCTI

About Author

Da Redação

A Momento Editorial nasceu em 2005. É fruto de mais de 20 anos de experiência jornalística nas áreas de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) e telecomunicações. Foi criada com a missão de produzir e disseminar informação sobre o papel das TICs na sociedade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Check Also