Standard & Poor’s rebaixa nota da Oi pela segunda vez em duas semanas

Empresa de análise de crédito teme prevê calote caso a operadora não consiga reestruturar dívida nos próximos 12 meses.

queda despenca dinheiro acoes cifrao moeda bovespaA Standard & Poor’s se antecipou à apresentação de resultados da Oi, marcada para o próximo dia 24, e voltou a rebaixar ontem à noite a nota do crédito da concessionária. O rating de longo prazo atribuído à companhia passou de de B+ para CCC na escala global e de brBBB- para brCCC na escala nacional. O outlook é negativo.

A empresa de análise de risco havia reduziu a nota da operadora brasileira apenas 13 dias atrás, em função da deterioração do cenário macroeconônico, que, prevê, atingirá em cheio a capacidade de consumo da base da Oi, de menor poder aquisitivo. Também considera o alto endividamento da tele e sua capacidade de gerar caixa.

Mas o principal motivo para o novo rebaixamento foi a notícia de que a operadora pretende reestruturar a dívida com assessoria da PJT Partners. A empresa de análise de crédito diz acreditar que a reestruturação resultará em descontos no valor dos títulos atuais. “Se a reestruturação da dívida não acontecer nos próximos 12 meses, vemos chances maiores de um ‘default’ [calote] em algum momento de 2017”, afirma a S&P.

A notícia repercute no mercado de ações. Os papeis ON da Oi caem 4,23%, enquanto os PN estão em baixa de 4,47% às 12h40 desta sexta-feira.

Avatar photo

Rafael Bucco

Artigos: 4194